Tyto Ecology - Game para biólogos?






Olá pessoal, como estão hoje? 
Por esses dias estou com bastante tempo livre aqui, e como gosto muito de games resolvi dar uma pesquisada por ai em alguns joguinhos novos para mim. Acabei encontrando Tyto Ecology, que é um joguinho bastante simples, onde você deve administrar um bioma, estabelecendo um bom equilíbrio entre os seres que nele viverão.



Dentre as características do jogo, temos:


- Mais de 70 animais e plantas para adicionar ao seu bioma.
- Jogo com foco em ensinar ecologia enquanto entrega diversão!
- Construção de biomas auto-sustentáveis
.
Apesar de parecer um game com publico alvo infantil, garanto que a adultaiada pode curtir bastante!

O game pode ser comprado pela STEAM, por R$13,99 e possui algumas expansões caso queira adicionar conteúdo.

Visitamos a Bird Land no Hot Park!

Recentemente eu e um amigo viajamos para rio quente, e claro que não fomos embora sem visitar o Hot Park! Para ser franco, viajamos com o intuito de conhecer o parque mesmo (hehe).
Como de costume, fiz uma pesquisa prévia sobre atividades em rio quente, visto que nem só de hot park vive o homem, e também atividades interessantes dentro do parque. Foi ai que encontrei uma atração que me trouxe brilho aos olhos: a bird land.
Agora vos trago a minha humilde opinião sobre esta atração, que será muito útil caso deseje visita-la no futuro.




É caro, mas nem tanto 0o


Para começo de conversa, se quiser visitar a atração, pode ficar preparado para gastar. O valor da entrada, com direito a três fotos e uma cumbuquinha de comida para os animais é cerca de R$100,00,e abaixa para cerca de R$60,00 caso queira abrir mão da compra das fotos. Vale lembrar que não é permitido que levem câmeras ou celulares para dentro da atração.
Outro ponto que vale constar aqui é que o potinho de comida é muito pequeno, então caso visite a atração, vai precisar racionar bem as sementes e rações para conseguir um contato legal com todas as aves e outros bichinhos, mas caso termine seu suprimento não precisa sair da atração, você pode ficar o tempo que quiser passeando na área da atração e interagindo com os animais.
Vou logo esclarecendo que o passeio vale a pena, mas aviso de antemão que você vai ter que estar disposto a gastar.

A sensação de estar em um vale de conto de fadas


Meus amigos e amigas, perdoe-me pela hype que vou passar, mas estou sendo totalmente sincero aqui. Foi um passeio sem igual! Assim que entrei na área da atração, fui recebido por um grupo de veadinhos que aguardavam a ração. Pude interagir com cada um deles, o que é uma experiencia fantástica! Fiquei uns quinze minutos conversando como um retardado com os bichinhos, então decidi que era hora de me aventurar mais a fundo.
Fui até a parte mais baixa da atração, onde ficam uns pássaros que acredito que sejam faisões, mas não tenho certeza não. Nesse momento tive sensações mistas, porque ao mesmo tempo que recebi varias bicadas nos pés pelos supostos faisões, várias jandaias, tiribas, papagaios e um tucano de bico verde (meu preferido) me cercaram, e muitos subiram nos meus braços e costas, o que foi muito divertido.


Mais ou menos assim 0o


O tucano, que carinhosamente chamei de Bob, ficou comigo por todo o passeio, foi um bom companheiro.


Representação de Bob, já que não bati fotos.


Também alimentei e brinquei com araras canindé, tucanos toco, e algo que me tocou muito foi pela primeira vez na vida interagir diretamente com pavões! (acho que é assim que se escreve o plural de pavão).
Para encurtar a historia, fiquei por volta de uma hora na atração, e só sai pois o parque estava próximo de fechar. Valeu a pena.

Outras considerações:


Só de lembrar da experiencia já tenho uma sensação agradável, até me confundo um pouco nas ideias aheuae. Por isso vou organizar em pontos aqui para facilitar a compreensão.

- Atração é cara, mas vale a pena para quem gosta desses animais.
- O pote de comida é pequeno, então se forem na bird land, não esbanjem as rações!
- Pode ficar o tempo que quiser na atração.
- Não pode tirar foto, só comprar a foto.
- Apesar da maioria dos animais ter um comportamento amigável, alguns não são tão simpáticos! Levei varias bicadas (cuidado com as maracanãs!).
- Se encontrarem um tucano de bico verde, ele atende pelo nome de Bob, e é o mais simpático dos animais da bird land.
-Procurem ir no ultimo dia da sua viajem para gravar bem na memória.
- Tentem ir próximo as 4h da tarde, é um horário bastante vazio e como as aves começam a se recolher, você encontrará elas agrupadas em uma área só! (pode variar).

Espero que a matéria tenha sido útil para vocês, e caso tenham perguntas estarei a disposição!




Ecologia e comportamento de aranhas

Este livro apresenta revisões didáticas sobre diversos aspectos da biologia de aranhas, incluindo comportamentos ligados à seleção de habitats, forrageamento, reprodução, socialidade e interações interespecíficas. Treze pesquisadores foram convidados a apresentar um quadro geral do conhecimento atual sobre ecologia e comportamento de aranhas, assim como das perspectivas para trabalhos futuros na área. O resultado é uma obra abrangente, interessante não apenas para cientistas que trabalham especificamente com o tema, mas também para estudantes de biologia e todos aqueles que tem curiosidade sobre a vida desses fascinantes animais.


Para baixar: clique aqui!

Guia de criação de caranguejeiras


Nesta postagem rápida pessoal estou deixando disponível o guia de criação de caranguejeiras.
O pequeno livro explica como devem ser os cuidados com diversas espécies de aranhas, e da várias outras dicas de criação.

O download é gratuito pelo mediafire:

Para baixar, clique aqui!






Tabela nutricional de alimentos para aranhas

Olá pessoal!
Segue uma tabela nutricional de alimentos vivos que podem ser oferecidos para aranhas e outros animais criados em "cativeiro".
Lembro que para as lings (filhotes), podem ser oferecidos pedaços dos alimentos vivos, e que de preferencia sejam de tamanho próximo ou menor que o tamanho do abdome do animal que será alimentado. 
Prefiro oferecer aos meus animais grilos e baratas por serem pouco gordurosos e oferecerem quantidade maior de liquido para o animal a que serão oferecidos, mas fica a critério do criador.
Espero que seja útil a todos. : )


Qualquer duvida estarei a disposição : D

Veja também nossas dicas de como criar uma aranha:





A distribuição dos seres vivos

A distribuição dos seres vivos


A ciência que estuda a distribuição de seres vivos no planeta, bem como os fatores ecológicos envolvidos neste processo, é a biogeografia. Esta, procura explicar como as diferentes espécies estão distribuídas pela terra, bem como o porque da composição taxonômica dos seres varia de uma região para a outra.
Esta ciência, esta diretamente relacionada a outras áreas de estudo, como a ecologia, geologia, e biologia evolutiva.
As condições climáticas e as interações que os seres vivos tem entre si e os fatores abióticos, podem nos dar maior compreensão sobre a distribuição das especies. Também, esses estudos beneficiam os geólogos, pois uma vez que padrões de semelhanças bióticas observadas em diversas regiões, podem  auxiliar na interpretação de de eventos geológicos passados.

Para ajudar a entender: observe as aves ratitas, que são aquelas incapazes de voar.
Vamos usar o exemplo dos avestruzes, as emas, emus e o casuar. O avestruz é uma ave encontrada no continente africano, o emu e o casuar na austrália, e as emas na America central e America do sul.
Mesmo sendo de regiões muitos distantes umas das outras, essas aves possuem características muito semelhantes, nos levando a entender que elas vieram de um ancestral em comum, que pode ter vivido em uma época em que os continentes do hemisfério sul estavam unidos. Logo, os padrões de semelhança biótica das aves ratita, auxiliam na interpretação de eventos geológicos passados.
Observem na imagem a seguir as semelhanças visíveis destas aves.


Exemplos de aves ratita. (Minha favorita é o Kiwi, que está marcado com a letra "H")


Usualmente, a biogeografia é dividida em duas vertentes: uma histórica e uma ecológica.
A biogeografia histórica relaciona a distribuição atual dos seres com eventos que ocorreram no passado, como por exemplo, a deriva continental.
Agora a biogeografia ecológica leva em consideração fatores contemporâneos , como interações interespecíficas e intraespecíficas e a atuação de fatores abióticos para explicar a atual distribuição dos seres vivos.

Notas:
-Interações interespecíficas são interações que acontecem entre seres de especies diferentes.
-Interações intraespecíficas são aquelas que acontecem entre organismos da mesma especie.




Você conhece a Jararaca Ilhoa?


         A Jararaca Ilhoa, ou simplesmente Bothropoides insularis é um dos grandes exemplos de demonstração de um mecanismo chamado  especiação. Devido ao processo de isolamento geográfico ocorrido no passado, vários grupos de serpentes (em especial as Jararacas) foram separados de seus habitats naturais. Um grupo permaneceu no mesmo lugar, enquanto um outro grupo ficou completamente isolado na Ilha da Queimada Grande. Logo, estes grupos começaram a receber influências diferentes (ambiente, alimentação, etc...) e também evoluíram de maneiras diferentes. As jararacas que permaneceram do outro lado da ilha (Bothropoides jararaca) se alimentavam comumente de roedores e pequenos  mamíferos terrestres, já as que ficaram na ilha da Queimada Grande, tiveram que adaptar-se à vida nas árvores e caçar pequenas aves. Este tipo de adaptação, fez com que as jararacas presentes na ilha sofressem seleção de características distintas, passando assim, a desenvolverem um veneno poderoso capaz de paralisar a presa, impedindo-a de voar. Se a peçonha não matasse a presa em poucos segundos, ela poderia morrer distante, impossibilitando o predador de comê-la. Assim, para garantir a refeição, a cobra pica o pássaro e não o solta mais, começando a engoli-lo logo em seguida.
A Ilha da Queimada Grande é uma ilha localizada a cerca de 35 quilômetros do litoral do estado de São Paulo. Desabitada, tem acesso proibido e restrito a analistas ambientais do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Adaptação de:  http://viajeaqui.abril.com.br/materias/ilha-queimada-grande-sao-paulo


Ecologia: o estudo do ambiente.

A Ecologia:


Vá até um parque e observe a sua volta. Observe as arvores, aves, insetos, outros animais e plantas que estão neste mesmo ambiente.
Com essa simples ação, você verá que esses organismos nunca estão isolados, de fato, sempre mantém relações constantes. Os pequenos insetos, por exemplo, podem recolher folhas das plantinhas ou se alimentar das mesmas, enquanto as aves irão se alimentar desses insetos, mantendo equilíbrio da população desses insetos para que essas plantas não deixem de existir. Isso é um exemplo bem simplista, apenas para que entendam a base do assunto. Esses seres não somente se relacionarão uns com os outros, mas também sofrerão a influencia de fatores físicos e químicos constantemente, nos ambientes em que habitam.
A ecologia, é a ciência que estuda como acontecem essas relações entre organismos e os fatores químicos e físicos de seu ambiente. 
Mais do que isso, a tarefa da ecologia é entender a natureza e as consequências dessas interações. Conforme usado por ecólogos, o termo ambiente inclui fatores abióticos, como a água, nutrientes, luz e temperatura, e os fatores bióticos, que seriam os próprios seres vivos.
Como as especies são adaptadas para viverem em ambientes diferentes, suas interações com os ambientes bióticos e abiótico também variam. Um fator ambiental que tem uma forte influencia sobre indivíduos de uma especie, pode não ter influencia alguma sobre indivíduos de uma outra especie.

Como os seres vivos são numerosos e diversificados, é evidente que cada espécie possui suas próprias características morfológicas, fisiológicas e anatômicas.
Todo mundo é capaz de distinguir um peixe de um cavalo, por exemplo, pois suas diferenças são muito evidentes, mas é preciso ser um especialista para se dar conta de que existem muitas especies frequentemente parecidas umas com as outras. Para o ecologista, mais do que os critérios morfológicos , fisiológicos e anatômicos, predominam as características biológicas das especies.E é importante perceber que a vida dos seres vivos se desenvolve nos limites e nas possibilidades do ambiente em que vivem.


Nicho ecológico:

O nicho ecológico é a posição funcional ou o lugar biológico de um organismo, uma espécie ou uma população dentro de um ecossistema. Sendo mais simples e claro, o nicho ecológico representa qual a função de um organismo em um ambiente, o que ele oferece ao ambiente, como contribui, o que consome desse ambiente, ou mais importante ainda: como colabora com o equilíbrio desse ambiente por meio de suas ações. Posso usar como exemplo as aranhas da espécie Nephila clavipes, que se alimenta de insetos daninhos, mantendo assim a população desses insetos equilibrada.


Nephila clavipes.


Nota: toda espécie, por mais próximas que sejam umas das outras, nunca ocuparão o mesmo nicho.  

Níveis de organização dos seres vivos:

Representação dos níveis de organização de seres vivos.

O estudo da ecologia é facilitado pela compreensão dos níveis de organização dos seres vivos. Considera-se como nível mais simples o protoplasma, definido como substancia viva, que é o constituinte das células.

-Célula é a unidade básica dos seres vivos.

Um conjunto de células com forma e função semelhantes constitui um tecido, que por sua vez ao estarem agrupados constituem um órgão. Já o conjunto desses órgãos será um sistema, que quando estão em conjunto formarão um organismo.
Agora esses organismos serão organizados em grupos que nos permitem identificar com maior facilidade e rapidez algumas de suas características. Vejam a seguir:

População: Consiste em muitos organismos do mesmo tipo vivendo juntos. As populações tem também propriedades, como fronteiras geográficas, densidades e variações no tamanho ou composição, e não existem para organismos individuais.,

Comunidade: São muitas populações de diferentes tipos que vivem em um mesmo ambiente. Essas populações irão interagir umas com as outras de forma diferente. Uma população pode predar uma outra dentro desta comunidade, por exemplo, enquanto outras como as abelhas, polinizarão as plantas neste ambiente, ou outros seres irão ajudar na decomposição de seres mortos, em todo o caso, as populações de organismos diferentes estarão interagindo de alguma forma dentro desta comunidade.
Diferente dos organismos, mas semelhantes aos ecossistemas, as comunidades não tem fronteiras rigidamente definidas, nenhum involucro perceptível separa uma comunidade daquilo que a rodeia. A interconectividade dos sistemas ecológicos significa que as intenções entre as populações se espalham através do globo como os indivíduos e os materiais se espalham através do globo como os indivíduos e os materiais se movem entre os habitats e as regiões.
Assim, a comunidade é uma abstração, representando um nível de organização mais do que uma unidade discreta de estrutura na ecologia. 





Mais informação a caminho!

Postagens populares